top of page
  • Foto do escritordaianicerezer

Bancários têm até domingo para definir prioridades da Campanha

Atualizado: 3 de jun.

Link permite a participação de toda a categoria na definição da pauta de reivindicações da categoria e da estratégia das negociações com os bancos



Bancárias e bancários de todo o país têm até domingo (2/6) para responder ao questionário da Consulta Nacional à categoria e, desta forma, ajudar a definir a pauta de reivindicações e a estratégia das negociações da Campanha Nacional dos Bancários 2024. O questionário da Consulta está disponível no link https://consultabancarios2024.votabem.com.br/ desde o dia 17 de abril. Não é preciso ser filiado aos sindicatos para participar.


Nesta última semana, é importante que os sindicatos de todo o país ampliem a divulgação do link da Consulta junto à suas bases. “Quanto maior o número de respostas obtivermos, mais próximo chegaremos do real desejo da categoria. Por isso, é importante que os sindicatos se empenhem na divulgação e coleta de respostas”, disse a presidenta da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT) e coordenadora do Comando Nacional dos Bancários, Juvandia Moreira.


Minuta de reivindicações


As respostas da consulta serão compiladas e se somarão às resoluções das conferências estaduais e regionais, além daquelas definidas nos encontros nacionais específicos dos trabalhadores de bancos públicos e de bancos privados, para serem debatidas na Conferência Nacional dos Bancários, que será realizada nos dias 7 a 9 de junho e terá como principal tarefa a definição da pauta de reivindicações da categoria.


Após a aprovação, a minuta de reivindicações será entregue à Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) para dar início às negociações da Campanha Nacional. O objetivo é renovar a Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) da categoria e os Acordos Coletivos de Trabalho (ACTs) específicos dos bancos, uma vez que as vigências dos mesmos se encerram no dia 31 de agosto. A data-base da categoria é 1º de setembro.


Fonte: Contraf-CUT

15 visualizações0 comentário

コメント


bottom of page