top of page
  • Foto do escritorWilFran Canaris

Plenária define participação da categoria na Greve Geral

Na noite desta terça feira (11), na sede do SEEB, bancários e bancárias se reuniram com a diretoria do Sindicato para organizar a participação da categoria na Greve Geral, dia 14, convocada pelas Centrais Sindicais em defesa da Previdência e do Sistema de Seguridade Social. Durante o debate, colegas de diversos bancos manifestaram a disposição da categoria em diversas unidades de, junto com os trabalhadores de outros setores e os estudantes irem às ruas protestarem contra o PEC 06/2019, que desmonta a Previdência Pública para atender aos interesses de empresários e banqueiros. A orientação é debater nos locais de trabalho os estragos do projeto do governo Bolsonaro e a necessidade da população brasileira enfrentar as mudanças propostas, pressionando parlamentares e paralisando as atividades na próxima sexta-feira. O que não faltam são motivos para aderirmos ao movimento que a cada dia ganha mais força em todo o país, e mais uma vez demonstrar o nosso protagonismo nas lutas pela garantia dos nossos direitos. Apesar da lucratividade recorde do Sistema Financeiro, os bancos insistem na perversa política do assédio, das ameaças, demissões e descomissionamentos, precarizando ainda mais as condições de trabalho, com graves consequências para a saúde dos trabalhadores. Em nome da reestruturação do Sistema e de um modelo cada vez mais excludente, fecham agencias e reduzem drasticamente o número de caixas e atendentes. E por mais absurdo que pareça, investem contra a jornada de trabalho da categoria, patrocinando projetos que permitem a abertura de agencias nos sábados, domingos e feriados. A concentração dos bancários no dia 14 será na Praça XV, no centro de Florianópolis, a partir das 08 horas da manhã. A direção do Sindicato estará visitando as unidades nesta quarta e quinta-feira para dialogar com os colegas, esclarecendo que todas as medidas legais preventivas já foram adotadas para preservar o direito de greve dos trabalhadores, como a publicação do aviso de greve e a comunicação aos bancos. A hora é agora! Dia 14 é dia de Luta pela Previdência e contra a retirada de direitos.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

コメント


bottom of page