top of page
  • Silvia Medeiros

Sintrafi procura vereadores para debater PL18459/22

Após ser notificado da tramitação na Câmara Municipal de Florianópolis do Projeto de Lei que permitirá a retirada das portas de segurança nas agências bancárias, o Sintrafi tem buscado conversar com os vereadores sobre o tema



Tramita na Câmara de Vereadores de Florianópolis o Projeto de Lei 18459/2022, que altera a Lei Municipal 186/1997 que tornou obrigatória a instalação de porta de segurança nas agências bancárias. O Sintrafi realizou na última quinta (13/4) uma reunião com a vereadora Carla Ayres (PT) e nesta quarta (19/4) com a assessoria do Vereador Maykon Costa (PL) a fim de explicar os impactos para toda população dessa retirada das portas de segurança.

“Importante que os vereadores conheçam os reflexos da alteração dessa lei na sociedade e na categoria bancária. Estamos pedindo o apoio deles, para que o projeto não seja aprovado na Câmara Municipal”, destacou André Luiz Alves, Secretário de Finanças do Sintrafi Floripa.


O Projeto de Lei já passou por duas comissões e neste momento é analisado pela Comissão de Defesa do Consumidor, Direitos Humanos e Segurança Pública. Na busca por apoio para ampliação do debate com a sociedade os dirigentes do Sindicato buscam conversar com os vereadores.


O presidente do Sintrafi, Cleberson Pacheco Eichholz ressaltou o caráter extemporâneo e inoportuno para realizar a discussão visto os últimos episódios de violência em Santa Catarina. “Não parece razoável realizar uma discussão que visa flexibilizar mecanismos de segurança em instituições financeiras em nosso município, diante da consternação que se abate sobre a sociedade catarinense após o recente episódio de violência ocorrido em uma creche e que vitimou quatro crianças”, ressalta ele.


Marco Silvano Coordenador da Fetrafi/SC lembrou que o projeto proposto é uma contradição. “As autoridades públicas tem como responsabilidade priorizar a vida dos cidadãos quando em confronto aos interesses de ordem econômica. Caso aprovem este projeto estarão contrariando esta lógica”, explica Marco.


Agora o Sintrafi seguirá com reuniões com os demais vereadores, a fim de explicar e tirar dúvidas sobre a importância das portas de segurança para os trabalhadores das agências e para os clientes.


Fique atento, siga nossas redes sociais e participe desta discussão, o assunto está na pauta da Câmara e diz respeito a vida e segurança não só dos bancários mas de toda a sociedade.


É o Sintrafi Floripa no diálogo para garantia de direitos e defesa da vida!

Comments


bottom of page