top of page

Exposição sofre censura em praça pública de Florianópolis

Durante quatro sábados do mês de julho, bancário do Banco do Brasil, Hideraldo dos Santos, realizou a exposição “Por um Mundo Melhor”, em espaço cedido pela Fundação Franklin Cascaes, na Praça da Alfândega, no Centro de Florianópolis.


Patrocinada pelo Sintrafi Florianópolis, a exposição permitiu que a população da cidade tivesse contato com a obra do artista Hideraldo, cuja temática é um alerta a urgente necessidade da preservação do meio ambiente e da luta por uma sociedade mais justa e humanizada.


Lamentavelmente, uma das obras, que denuncia o aumento da violência no país e o absurdo incentivo ao armamento pela população, na contramão da responsabilidade do estado em garantir a segurança das pessoas, a presidenta da Fundação Cultural de Florianópolis Franklin Cascaes, Roseli Pereira, interviu exigindo a sua retirada da exposição, sem apresentar qualquer tipo de justificativa razoável.


Considerando que a ação da responsável pelo espaço público ocorreu no primeiro dia da exposição e para evitar maiores desgastes, Hideraldo decidiu retirar a obra da exposição.

No último sábado da exposição, após refletir sobre a absurda intervenção da Presidenta da Fundação, Hideraldo trouxe de volta a peça à exposição, mesmo tendo sido novamente abordado por Roseli Pereira.


Como patrocinador da exposição, o Sintrafi Florianópolis reitera seu total apoio ao colega bancário Hideraldo, e aguarda uma manifestação pública da Presidenta da Fundação Roseli Pereira após o injustificado episódio de censura, na medida em que a administração circunstancial dos espaços e organizações públicas jamais deve permitir a submissão da arte às questionáveis subjetividades políticas e estéticas de seus gestores.



A Cultura é espaço de afirmação da pluralidade de ideias e de respeito à diversidade, e assim deve ser tratada e garantida em sua plena expressão!

Exigimos retratação!

42 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page