top of page
  • Foto do escritorWilFran Canaris

MP 905 foi aprovada na Câmara! Nos resta pressionar o Senado

Em plena pandemia do novo coronavírus e seus impactos econômicos e sociais, os bancários sofreram nesta terça-feira (14) mais um duro golpe contra os seus direitos. Contrariando os apelos das centrais e dos sindicatos, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), colocou em votação a famigerada Medida Provisória (MP) 905, a do contrato de trabalho verde a amarelo, e o texto foi aprovado em sessão online que entrou pela madrugada.

O texto segue agora para o Senado. O governo federal e os apoiadores da Medida correm para tentar aprová-la até o dia 20, quando vence o prazo da MP.

Para os bancários, a aprovação da MP significa um grande retrocesso, porque ela acaba com a jornada de 6 horas e impõe o trabalho aos sábados e feriados.

Conquistas históricas dos bancários estão ameaçadas se a MP 905 for aprovada. A pretexto de aprovar uma medida para combater os efeitos da pandemia da Covid-19, o governo mais uma vez joga o ônus da crise nas costas dos trabalhadores, privilegiando o empresariado e os banqueiros.

Tentativa de abrir bancos aos sábados foi iniciada no Santander e ganhou força no Congresso, confira o cronograma da Resistência dos Bancários:

0 visualização0 comentário
bottom of page